Hackers Roubam Banco de Dados da CNET

O grupo de hackers russos conseguiu roubar banco de dados com nomes, e-mail e senha de mais de um milhão de internautas cadastrados no maior site de tecnologia da web: a CNET.

banco-de-dados-cnet

De acordo com W0rm, um dos hackers envolvidos no roubo, informou que a invasão foi possível através de uma vulnerabilidade no Symfony PHP framework, conhecida aplicação gratuita utilizada na criação de sites complexos. A CNET é um dos sites mais acessados nos EUA, atraindo mais de 27 milhões de usuários únicos todos os meses.

W0rm informou que seu grupo não tem interesse em descriptografar as senhas do banco de dados roubado, e também não querem vendê-lo. Na 2a feira o grupo postou que o banco de dados da CNET estaria à venda por US$ 622 (1 Bitcoin), mas depois informaram que isso foi feito somente para “chamar atenção da mídia”.

O hacker russo também informou que a segurança da CNET é “muito boa, mas não é infalível”. Esse mesmo grupo obteve acesso aos servidores da BBC em 2013, além de terem invadido a Adobe e o Bank of America.

Publicado anteriormente em Baboo

Siga me

Ricardo Galossi

É um apaixonado por segurança da informação, atua profissionalmente há mais de 7 anos na área de tecnologia da informação, onde é focado em análise de vulnerabilidades e testes de invasão.Criou o blog Guia do TI para compartilhar conhecimento, ajudar os mais novos, incentivar debates e manter a comunidade atualizada com as principais notícias da área de TI.
Ricardo Galossi
Siga me

Últimos posts por Ricardo Galossi (exibir todos)

Ricardo Galossi

É um apaixonado por segurança da informação, atua profissionalmente há mais de 7 anos na área de tecnologia da informação, onde é focado em análise de vulnerabilidades e testes de invasão. Criou o blog Guia do TI para compartilhar conhecimento, ajudar os mais novos, incentivar debates e manter a comunidade atualizada com as principais notícias da área de TI.

Deixe seu comentário