Fundação de Bill Gates Investe em Anticoncepcional Implantado na Pele Através de Microchip

Imagine um anticoncepcional que dura 16 anos e fica no seu corpo via microchip. Essa é a premissa de um novo projeto financiado pela Fundação Gates, que procura formas inovadoras para colocar remédios no corpo.

chip

O pequeno chip wireless, de apenas 20 x 20 x 7, poderia liberar remédios no corpo de um paciente durante anos e responder a sinais sem fio remotos caso os médicos queiram alterar ou interromper o tratamento.

O uso mais imediato poderia ser uma substituição mais inteligente para a pílula anticoncepcional padrão. O projeto, patrocinado pela fundação de Bill Gates, busca desenvolver o chip, que iria liberar automaticamente um hormônio anticoncepcional para a corrente sanguínea, durando até 16 anos.

O projeto está planejado para iniciar testes pré-clínicos em 2015 e chegar ao mercado em 2018, mas ainda há muitas perguntas a serem respondidas, incluindo questões de segurança: No início deste ano, a FDA emitiu um aviso nos EUA de que a maioria dos dispositivos médicos eram vulneráveis ​​à pirataria, e a entrega de remédios via controle remoto poderia apresentar uma nova linha perigosa de ataques se os fabricantes não tomarem as devidas precauções.

Publicado anteriormente em Códigofonte

Siga me

Ricardo Galossi

É um apaixonado por segurança da informação, atua profissionalmente há mais de 7 anos na área de tecnologia da informação, onde é focado em análise de vulnerabilidades e testes de invasão.Criou o blog Guia do TI para compartilhar conhecimento, ajudar os mais novos, incentivar debates e manter a comunidade atualizada com as principais notícias da área de TI.
Ricardo Galossi
Siga me

Últimos posts por Ricardo Galossi (exibir todos)

Ricardo Galossi

É um apaixonado por segurança da informação, atua profissionalmente há mais de 7 anos na área de tecnologia da informação, onde é focado em análise de vulnerabilidades e testes de invasão. Criou o blog Guia do TI para compartilhar conhecimento, ajudar os mais novos, incentivar debates e manter a comunidade atualizada com as principais notícias da área de TI.

Deixe seu comentário